sábado, 16 de julho de 2016

FALA ZÉ PILINTRA! PALAVRAS DE DOUTOR (Ademir Barbosa Júnior)



Numa gira de Baianos, o Sr. Severino, à sua moda, me avisou que subiria para vir Seu Zé. Fiquei feliz, pois sempre soube que havia um Seu Zé na banda e, antes de ele, digamos assim, chegar mais perto, houve indícios muito bonitos dessa parceria. Ele veio, deu recados e fez alguns pedidos para seu cavalo.

No dia seguinte, começou a ditar mensagens. Para mim foi um processo novo, diferente da intuição. Já havia escrito dois textos sobre Seu Zé, um deles literalmente o ouvindo (o outro não lembro bem), mas agora, por meio da psicografia, seria necessário me adaptar de outra maneira a horários, rotina doméstica, influências externas e uma ou outra adequação direta do texto (pequenos ajustes sintáticos, títulos e outros). Seu Zé, sempre gentil, atencioso e bem humorado, me pôs a trabalhar direitinho.

O resultado, leitor, está em suas mãos.

Por: Ademir Barbosa Júnior

Nenhum comentário:

Postar um comentário