quarta-feira, 31 de agosto de 2016

UMBADA LUZ PARA A ALMA (Maria Regina Vilarinho)




Este livro busca de modo simples e modesto, por meio da inspiração intuitiva de Pai Sebastião do Congo, percorrendo os caminhos do conhecimento que a Umbanda nos oferece, despertar o amor, a sabedoria e a luz interna de cada ser humano mostrando que somos criaturas milenares. Percorremos caminhos que nos levaram a inúmeras regiões, religiões, culturas, descobertas, aprendizados, desencadeamos ou contribuímos para muitos ou poucos dos eventos bons e ruins que pairam sobre o campo magnético espiritual do planeta, sendo corresponsáveis pelos resultados atuais da evolução humana. 

Estamos vivenciando a transição do homem material para viver intensamente o que é ser espírito eterno. É chegada a hora de deixarmos o papel de vítimas – da escravidão, dos interesses sociais mesquinhos, das barganhas com Deus por meio dos pagamentos, dízimos ou oferendas, da troca de favores, do exclusivismo das religiões, e de nos voltarmos para as verdades eternas do Evangelho do Cristo.

Contamos nesse instante tão especial para a criatura humana com as valorosas e abnegadas Entidades da Umbanda Sagrada que trabalham anonimamente, desprovidas de títulos, sob a égide do Pai e do Cristo Jesus. Mestres milenares da sabedoria e conhecimento incorporam, sob a bandeira “Deus, Cristo e Caridade”, os valentes caboclos, os psicólogos pretos-velhos, a destreza dos baianos e marinheiros, a liberdade dos ciganos, os defensores guardiões, os sábios orientais, entre muitos outros. Calmamente, respeitando a evolução de cada ser, a Umbanda avança trazendo consolo, paz e luz para as almas aflitas, cansadas e sequiosas de renovação. Se ela é brasileira ou não se torna um pequeno detalhe frente à eternidade do espírito que não conhece fronteiras porque para os filhos de Deus, a única pátria que realmente importa é a espiritual e com o intuito de para lá se dirigir e permanecer é preciso evoluir e aprender a amar incessantemente.

O livro se divide em 13 capítulos:

CAPÍTULO 1 - Umbanda: uma missão de amor. Elucida sobre a história da Umbanda e ressalta a sua missão em solo brasileiro por meio do Cristianismo Redivivo.

CAPÍTULO 2 - Umbanda Sagrada. Destaca as ações do Caboclo das Sete Encruzilhadas e a legalização da Umbanda no Brasil.

CAPÍTULO 3 - A casa que habitamos: Planeta Terra - Discorre sobre o porquê na imensidão do Universo, a Terra, a casa que ora habitamos, é a abençoada escola de lutas regeneradoras ou expiatórias onde os espíritos encarnados ou desencarnados, trabalhando, sofrendo e aprendendo, adquirem as experiências necessárias ao progresso espiritual.

CAPÍTULO 4 - Gênese Espiritual e a Biogênese. Descreve a nossa origem divina e a nossa evolução no Planeta Terra e outros itens como reencarnação e a desencarnação.

CAPÍTULO 5 - Família Planetária: Quem Somos? Mostra a história do homem sobre a Terra analisada sob dois aspectos, a do mundo material e a do mundo espiritual como forma de despertar para os estudos e mudanças de conceitos que os deixam estagnados.  

CAPÍTULO 6 - Caminhada Evolutiva do Ser Humano. Elucida como foi o nosso caminhar evolutivo sobre o Planeta Terra para que o conhecimento e o estudo do mundo espiritual solicitado pelas Entidades da Umbanda vão contribuir para abrandar as mentes embrutecidas, retirar a venda dos olhos daqueles estagnados na ociosidade e ilusão da matéria e combater as trevas da ignorância. 

CAPÍTULO 7 - Psicosfera do Indivíduo e da Terra. Esclarece como o Planeta Terra está envolvido por sete dimensões vibracionais onde se localizam as colônias e cidades espirituais, incluindo Aruanda.

CAPÍTULO 8 - Umbanda e a Regeneração de Almas. Descreve a lei de causa e efeito, a lei do amor e da caridade e a necessidade de renovação e regeneração interior de cada um.

CAPÍTULO 9 - Orixás na Umbanda. Desmistifica o conceito de Orixás, mostrando que tudo é vibração e energia, proveniente das Leis Naturais, as quais atuam como forças sutis mantendo a harmonia cósmica.

CAPÍTULO 10 - Terreiro de Umbanda. Descreve a simplicidade da giras de Umbanda, as quais são baseadas na caridade e no amor e quem são as falanges que trabalham na Umbanda. 

CAPÍTULO 11 - Práticas litúrgicas na Umbanda. Relata porque há tantas diferenças no culto umbandista, quanto aos rituais e os ritos que são bastante comuns em razão das práticas litúrgicas executadas em todos os terreiros envolverem todas as religiões.

CAPÍTULO 12 - Mediunidade na Umbanda. Ressalta a importância do desenvolvimento mediúnico e a necessidade do estudo, os quais contribuem para que as atividades nos terreiros sejam executadas com responsabilidade e amor.  

CAPÍTULO 13 - Umbanda e os Novos Caminhos da Humanidade. Elucida como a consciência umbandista contribuirá com a Era de Aquário.

Por: Maria Regina Vilarinho




Nenhum comentário:

Postar um comentário