segunda-feira, 12 de setembro de 2016

A HISTÓRIA DE PAI INÁCIO (Anna Ponzetta)



Todos temos uma história. Nascer, viver, morrer e nascer novamente é a roda da vida. Quem de nós conhece suas vidas passadas? Quem pode afirmar os porquês dos nossos sofrimentos, das dores, das doenças? Só há uma certeza: somos a colheita da semeadura de outrora. Esta abordagem, ainda tão mal compreendida no dia-a-dia, quando estamos aprisionados num corpo de carne, é aqui retratada com clareza por Pai Inácio, entidade atuante na seara espírita que utiliza a roupagem perispiritual de um preto velho nos trabalhos de umbanda. Nas idas e vindas de suas encarnações, da soberba à humildade, ele trilhou um árduo e pedregoso caminho: fez muitos sofrerem, reincidiu nos erros, desesperou-se, e somente depois de muito sofrer para conseguir sair da escuridão do mais denso Umbral é que conheceu o amor verdadeiro que une as almas na eternidade. Relatando suas ricas experiências de espírito endividado, Pai Inácio nos ensina com riqueza de detalhes que nada passa despercebido perante às leis divinas.

Por: Anna Ponzetta

Nenhum comentário:

Postar um comentário