segunda-feira, 26 de setembro de 2016

ALÉM DO SER (Osmar Barbosa)



Se você está pensando em se suicidar, deve procurar saber o que acontece com  um suicida logo após a morte, correto? Eu não tenho boas notícias para você. O suicida é, sem dúvida nenhuma, o ser que mais sofre após a morte.

Primeiro, você precisa saber que nada se perde neste universo. Ao morrer seu corpo volta para a Terra, e sua mente, sua consciência, seu EU, que chamamos de espírito, não desaparece. Ele continua vivo. O que dá vida a seu corpo é justamente a existência de um espírito que anima a matéria.

Então tentar se matar achando que você será apagado do universo para sempre é uma tolice. O seu corpo realmente vai desaparecer na Terra, mas você continuará existindo.

A morte não é um processo automático. É necessário um determinado tempo para que o espírito se desconecte do corpo. É necessário tempo para que o espírito deixe de sentir as impressões do corpo. Quando a pessoa está doente este desligamento é gradual e segue um processo natural. É por isso que dizemos que a melhor forma de morrer é por meio da velhice, quando ocorrem o falecimento gradativo dos órgãos e o desligamento gradativo do espírito. Mas será mesmo que tudo funciona assim? Não seria o suicídio uma ferramenta de Deus para que possamos ajustar débitos das vidas anteriores? Querido amigo leitor, eu vos convido a conhecer a história de Abraão e sua família. Quais os motivos que levaram este jovem rapaz a cometer o suicídio? Você vai saber tudo isso nas linhas dessa maravilhosa história de resgate, amor e superação.

Por: Osmar Barbosa

Nenhum comentário:

Postar um comentário