quarta-feira, 19 de outubro de 2016

DESVENDANDO EXU: O GUARDIÃO DOS CAMINHOS (Diego de Oxóssi)



Da África até o Brasil, atravessando oceanos e vencendo a escravidão, Exu é Rei! Os segredos e a magia de Exu, o Guardião dos Caminhos e das Encruzilhadas, desvendados através das raízes da Quimbanda Tradicional.

Exu e sua contraparte feminina, Pombagira, são as Entidades Espirituais mais conhecidas e mais controversas de todas as que se manifestam nas práticas afro-brasileiras.

Isso porque, em todas elas, as demais Entidades são sempre mantidas a certa distância que os diviniza e sacraliza, enquanto Exu é visto como próximo e íntimo do ser humano, sendo, inclusive, tratado por seus fiéis carinhosamente como Compadre.

O arquétipo representado por Exu também contribui para a criação desse vínculo quase afetivo entre o homem e o espírito. Párias de toda natureza, marginais no sentido literal da palavra - aqueles que vivem à margem -, a figura de Exu representa a própria natureza humana com todos os seus vícios e virtudes, livre das amarras morais impostas pela sociedade ocidental.

Exu é, portanto, pai, irmão, amigo e, por que não, reflexo daquele que o cultua, servindo inclusive como elemento de catarse.

É a partir dessa relação de afetividade com o sobrenatural que Diego de Oxóssi lança seu primeiro livro “DESVENDANDO EXU – O GUARDIÃO DOS CAMINHOS”. A obra, que teve origem na palestra de mesmo nome realizada pelo autor em eventos no Rio de Janeiro, São Paulo e Porto Alegre, busca a origem afro-mitológica do Orixá Exu e constrói um resgate histórico desde o surgimento das religiões de matriz africana em todo o país até os dias atuais.

Por: Diego de Oxóssi


Nenhum comentário:

Postar um comentário